Entrar na lista de espera Deixe seu e-mail válido abaixo para que possamos avisá-lo quando o produto estiver disponível para venda.
E-mail Quantidade Não compartilharemos seu endereço com ninguém.

Archives: Biografia

Helena Petrovna Blavatsky

Helena Petrovna Blavatsky

Helena Petrovna Blavatsky nasceu em 12 de agosto de 1831, na cidade de Yekaterinoslav, então parte do Império Russo, hoje território da Ucrânia. Sua mãe, Helena Andreyevna von Hahn, era filha da Princesa Yelena Pavolvna Dolgorukova, enquanto seu pai, Pyotr Alexeyevich von Hahn, era um capitão da Artilharia Montada Real Russa.

Em junho de 1842, após a morte de sua mãe, Blavatsky foi morar com seus avós maternos em Saratov, onde foi educada em francês, artes e música. Como seus avós passavam as férias no acampamento de verão calmuque, ela aprendeu a cavalgar e a falar um pouco de tibetano. No final de sua vida, Blavatsky afirmava que lá ela encontrara a biblioteca pessoal de seu bisavô materno, o Príncipe Pavel Vasilevich Dolgorukov, que havia sido iniciado no Rito da Estrita Observância da Francomaçonaria na década de 1770 e teria conhecido tanto Alessandro Cagliostro quanto o Conde de St. Germain.

Fernando Pessoa

Fernando Pessoa

Fernando António Nogueira Pessoa nasceu em 13 de junho de 1888, no dia de Santo António de Lisboa, cujo nome de batismo era Fernando, sendo esta a origem de seu nome. Seu pai, o funcionário público Joaquim de Seabra Pessoa, faleceu quando Fernando tinha 5 anos. Seu irmão Jorge morreria no início de 1894, antes do primeiro aniversário.

Tendo sua mãe, Maria Magdalena Pinheiro Nogueira Pessoa, se casado com o comandante João Miguel Rosa, a família se mudou em 1896 para Durban, África do Sul, onde Fernando é educado na literatura inglesa e demonstra especial habilidade na escrita em prosa e em verso.

Sua obra poética é conhecida por seus numerosos pseudônimos, heterônimos e semi-heterônimos. Em um levantamento de 1966, Lopez elencou 18 nomes. Ao longo das décadas, esta contagem se ampliou para 21, 72, 83, chegando a 123 nomes segundo os amplos critérios de Cavalcanti Filho.

Dentre todos os nomes, diferencia-se o trabalho de Fernando Pessoa assinado com seu próprio nome como “ortônimo”, uma obra profundamente influenciada por doutrinas religiosas e pelas sociedades secretas. Em 1916, Fernando traduziu A Voz do Silêncio, de Helena Petrovna Blavatsky. Pouco depois, traduziu o poema Hino a Pã, do ocultista inglês Aleister Crowley.

© 2020 Arcanum Editora